Vinho, entenda a diferença entre eles

Você sabe quais são as diferenças entre vinho suave, doce e seco? O que é um Cabernet Sauvignon, um vinho do porto ou um Merlot? Como harmonizar o vinho tinto e o vinho branco? Pois bem, como dá para perceber, são diversos tipos de vinhos, sendo que cada um deles tem suas próprias características. Há vinhos que são produzidos com uvas mais refinadas e outros que contém a adição de açúcar, que são as bebidas de menor qualidade.

Quer saber tudo sobre a diferença entre os tipos de vinho? Confira nesse post todas as dicas e informações que temos para você.

Qual a diferença entre vinho branco e vinho tinto?

Os vinhos brancos e os vinhos tintos podem ser encontrados na forma suave ou seco. A principal diferença é que o vinho branco é produzido a partir de uvas mais claras, enquanto o tinto é elaborado com uvas mais escuras. No entanto, muita gente se engana ao pensar que o vinho branco é feito com uvas verdes e o tinto com uvas amadurecidas, pois a diferença é em relação ao tipo de uvas utilizadas, e não necessariamente o grau de maturação da fruta.

Recomendamos para você:  Como se portar bem à mesa

Qual é a diferença entre o vinho doce e o suave?

Esses são os tipos de vinhos que mais causam confusão nas pessoas. Embora muita gente pense que o vinho doce e o suave são a mesma coisa, vale ressaltar que são bebidas diferentes e fabricadas com tipo de uvas diferentes. O verdadeiro vinho doce, como é o caso do vinho do porto, é elaborado com uvas que são colhidas após um mês de maturação. Isto é, o seu gosto adocicado é natural da fermentação da fruta, além dos vinhos nos quais é utilizado o Botrytis cinerea (um tipo de fungo) para acentuar o sabor doce.

Por sua vez, o vinho suave, que tem sabor doce, utiliza o açúcar em sua composição e é fabricado com uvas que não são consideradas nobres, como as uvas Isabel e Niágaras, entre outras. Trata-se, em suma, dos vinhos de qualidade mais baixa e, por isso, é comum que tenham preços mais acessíveis.

O que é um vinho seco?

Também chamado de “vinho fino de mesa”, como você poderá ler nos rótulos dessas bebidas, os vinhos secos são aqueles elaborados com as uvas mais nobres, como Cabernet Sauvignon, Merlot, Carmenère e Chardonnay, entre outras espécies. De forma geral, são vinhos de alta qualidade que recebem um toque adocicado graças ao açúcar da própria uva no processo de fermentação.

Recomendamos para você:  Como se portar bem à mesa

O Cabernet Sauvignon harmoniza com carnes vermelhas, queijos e massas. O Merlot, por suas notas frutadas, combina muito bem com alimentos como queijos maduros (provolone, gorgonzola etc.), ensopados e guisados. Já o Carmenère é ideal para harmonizar com pratos mais exóticos e queijos semi-maduros. Por fim, o Chardonnay vai muito bem com frutos do mar, devido a sua suavidade, e massas, devido à sua acidez. Tratando-se de vinho seco, ainda há o Pinot Noir, o Tempranillo e os espumantes moscatéis, entre outros.

 

Gostou? Busque experimentar diversos tipos para saber o que agrada mais o seu paladar!

Não deixe de acompanhar nossas dicas seguindo Enfim Homem nas redes sociais (Facebook, YouTube, Instagram).

Comentários

comentários